Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com as nossas Políticas de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições.


Resultado de Exames  

Exame

OBS.: ESTAMOS ATUALIZANDO NOSSO BANCO DE DADOS, CASO NÃO ENCONTRAR ALGUM EXAME, POR FAVOR, ENTRE EM CONTATO CONOSCO

COCAÍNA - BENZOILECGONINA - Biolabor - Laboratório Clínico

COCAÍNA - BENZOILECGONINA

Código do Exame: BL3282941
A cocaína é um estimulante potente, de origem natural, do sistema nervoso central e um anestésico local obtido a partir das folhas da planta Erythroxylon coca. Como droga de abuso, pode ser auto-administrada de diversas formas.

O cloridrato de cocaína é solúvel em água e pode ser administrado por via nasal ou intravenosa. A base livre da cocaína (crack) é frequentemente fumada devido ao fato de não ser solúvel em água e de vaporizar a baixa temperatura.

A cocaína crack é extremamente viciante devido à rapidez do desencadeamento e do desaparecimento do seu efeito desejado.

A cocaína é rapidamente absorvida através das membranas mucosas e do sangue, especialmente quando fumada.

Os padrões da taxa de excreção variam de indivíduo para indivíduo e conforme o modo de administração. A cocaína é metabolizada principalmente no fígado em diversos metabolitos farmacologicamente inativos.

A benzoilecgonina pode ser detectada na urina menos de 4 horas após a administração.

Aproximadamente 85-90% de uma dose de cocaína é recuperada na urina no espaço de 24 horas como cocaína (1-9%), benzoilecgonina (35-54%) e éstermetílico de ecgonina (32-49%).

RECOMENDAÇÕES

Amostra isolada: Coletar em frasco apropriado preferencialmente a primeira urina da manhã ou com intervalo mínimo de 4 horas após a última micção. Desprezar o primeiro jato de urina e sem interromper a miccção, coletar o jato médio.

Exames Mais Realizados


Biolabor - Laboratório Clínico